quarta-feira, 6 de julho de 2011

eu odeio meu cabelo


Verdade que eu acho que combina muito mais comigo cabelo enrolado do que liso, nem gosto quando faço escova, também é verdade que depois que eu mudei o corte melhorou MUITO, e que quando há paciência pra arrumá-lo (e ele não tá de cu virado), fica até bonito, mas ainda assim é fato: eu detesto meu cabelo.

Detesto que ele é seco e sem brilho e cheio de volume, e que pra deixar ele minimamente decente eu tenho que pentear molhado e usar um monte de leave-in, e deixar secar ao natural. Todo dia de manhã a mesma luta pra sair de casa: ou eu lavo o cabelo, ou eu molho TODO o cabelo, aí claro, tenho que lavar no mínimo dia sim dia não. Ou quando tá muito frio tipo hoje, a única forma de sair de casa sem ter que lavar ou molhar, é puxar tudo pra cima, prender e passar uma "mãozinha com creme" pra abaixar. Fica AQUELA bosta, mas tem dia que NÃO DÁ.


se alguém mexe no meu cabelo, arma
se colocar uma touca e tirar, arma
ao acordar, não tem como aparecer em público antes de todo ritual pra arrumar. é isso ou sair parecendo um espantalho
e claro que depois de todo o ritual, ainda tem que ter todo aquele cuidado durante o dia, senão já sabe, é igual bandido: ou tá preso ou tá armado.

odeio ele mais ainda quando eu viajo, se viajo a noite e vou dormindo confortavelmente no ônibus, é certeza que vou chegar no destino parecendo um espantalho, e chegando lá vou ter que: ou prender e deixar uma merda, ou molhar/lavar, passar creme, pra que ele fique mínimamente decente quando secar. E geral acorda cedo pra desfrutar da viagem, e todas aquelas pessoas com o cabelos mais prático do mundo do mundo, passam um um pentinho ou nem isso e o cabelo tá beleza, e e eu tenho que correr pro chuveiro pra dar um jeito na piruca e ainda tenho que sair de cabelo molhado. ARGGGGGGG.


e se algum dia saio de casa com pressa e não ajeito o cabelo direito, passo o dia todo me sentindo com uma vassoura de palha na cabeça, uó.


eu odeio meu cabelo.

PRONTO DESABAFEI.

terça-feira, 5 de julho de 2011

checks matinais

6h00 toca o despertador, aperta o soneca.
6h15 o despertador insiste, aperta o soneca novamente
6h30 mais uma vez a porra do despertador, agora não tem jeito, hora de fazer a checagem matinal

estomago, ok, não tá doendo;
cólica, ok, não estou com;
febre, também não;
garganta, ok;
pulso ok, não é tendinite;
liga o rádio, não há nenhuma notícia de que está havendo um toque de recolher do pcc;
também não há notícia de neve impedindo que as pessoas saiam de suas casas;
parece que não há uma manada de elefantes fechando a rua de casa e nem um urso polar em iminência de ataque no meu portão.




droga, vou ter que sair da cama e ir trabalhar.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

inspiração

A Chris postou no facebook o link do "365 nuncas", um projeto que eu mais que amei, um blog que eu já lí de cabo a rabo.

Não é de hoje que a gente escuta essa história de "fazer uma coisa nova todos os dias", eu mesma já pensei nisso, mas nunca me atrevi a topar o desafio e levar adiante. Pois é, Elisa e Steffania iniciaram um projeto que tem justamente essa idéia: fazer uma coisa que nunca fizeram, durante os 365 dias do ano. E elas contam tudinho em posts diários no blog. 

Elas registram atitudes simples, diferentes, criativas, que realmente inspiram. Vale a pena conferir =]