quarta-feira, 2 de março de 2011

Empresas de merda (Ou: Aprendam como NÃO tratar um cliente)

Desde o meu primeiro emprego sempre sofri lavagens cerebrais sobre a importância de um bom atendimento ao cliente e blábláblá, e de certa forma acabei incorporando isso pra vida, acho simplesmente um absurdo empresas que não sabem tratar um cliente se como deve, e fico me perguntando, meu Deus, como essas empresas conseguem subir na vida.

Atualmente passo por uma situação que me deixou extremamente ENOJADA, pq sim, trata-se de uma mente tão pequena que além de raiva só consigo sentir nojo de como alguém pode agir assim. 

Explico:

Fui acessar uma vaga de estacionamento da academia que frequento (AMS COMPANY, sim faço questão de divulgar o nome), e um carro  à serviço da academia, pilotado por um funcionário da academia, estava parado bem na frente, deu uma ré e amassou a porta do meu carro. O dono da academia estava no estacionamento e presencionou tudo, disse que eu não me preocupasse, fizesse um orçamento e deixasse na recepção aos seus cuidados. Ok. Confiei na idoneidade da academia, sequer fiz um boletim de ocorrências pq realmente acreditei que a situação se resolveria facilmente. Ledo engano.

Era uma quinta-feira, na segunda-feira deixei o orçamento nas mãos do dono da academia, que ficou de avaliar e me retornar. Passaram-se 15 dias e não tive retorno nenhum, comecei a ir atrás do sujeito, como não o encontrava na academia, mandei um e-mail. Como resposta tive o pedido de levar o carro pra fazer um orçamento em um funileiro conhecido dele, ok. Daí até ele se dignar a me passar o endereço do funileiro foram mais 10 dias. LINDO exemplo de como tratar um cliente, né?

Nisso eu já tinha feito mais um orçamento em outra funilaria, um foi R$ 460 e outro foi de R$ 400, fui no funileiro indicado por ele e o orçamento foi de R$ 180. Informei a ele o valor do orçamento do funileiro dele e acrescentei que não estava disposta a arrumar meu carro lá pois SEMPRE arrumei meu carro na mesma funilaria que sei que faz um bom trabalho, que entenderia se ele quisesse pagar o valor do meu segundo orçamento (R$ 400). Nesse meio tempo fui em uma terceira funilaria  desconhecida  just to check, e o orçamento foi mais uma vez R$ 400.

O Sujeito me responde dizendo que o funileiro que ele indicou é de confiança e que me pagaria somente os R$ 180 pois os meus orçamentos estavam muito altos. Fiquei irritada até o último fio de cabelo, foram 3 funilarias que cobraram em torno de R$ 400, se o funileiro dele se presta a cobrar R$ 180, me desculpe, não tenho nenhum motivo pra confiar no serviço. Sem falar que a pessoa demorou quase dois meses, pra me dar um retorno desse tipo. Acho que devo ficar feliz por não ter sofrido nenhuma lesão em aparelhos daquela academia, pois se isso acontecesse provavelmente eu morreria no sus, no que dependesse deles.

Respondi pra ele que a única garantia que tenho quanto ao funileiro que ele indica é a palavra de alguém que demora quase dois meses pra resolver o problema causado a um CLIENTE. Que não compete a academia nem a ele escolher onde eu devo arrumar o meu carro apenas porque é o serviço mais barato, afinal quando eu escolhi a AMS Company definitivamente não escolhi a academia mais barata.

Acrescentei que isso é UMA PENA, pois vem de mim e outros alunos o sustento da academia. Com isso ele perde uma cliente e ganha uma péssima imagem para a academia.
E pra terminar, disse que ele depositasse os R$ 180 se é esse o tratamento barato que acha que seus clientes merecem.  (Mas minha vontade mesmo era de dizer pra depositar os R$ 180 reais se isso não for deixar os filhos dele passando fome).

Oi? Eu tô ficando maluca ou esse cara NÃO TEM A MÍNIMA NOÇÃO de como tratar um cliente? Ele me causou um problema e ainda prefere me causar um prejuizo financeiro em vez de pagar putos R$ 400 reais que de fato vou usar na manutenção? Ele acha que é Deus pra me dizer onde eu tenho que arrumar meu carro? Como eu disse no e-mail, não escolhi a academia mais barata,  em troca o que recebo é uma batida no meu carro, um atendimento DE MERDA, porque fazer o cliente ficar correndo atrás de retorno é coisa de empresa mediocre E DE MERDA.

Se fosse um pé rapado eu até entenderia, mas se uma rede de 3 academias relativamente grandes não tem condições de ressarcir o prejuizo de um aluno, me desculpa, mas FECHA A MERDA DAS PORTAS!!!

Não tive resposta do último e-mail, e a essa altura, dúvido até que receberei R$ 180, quanto mais os R$ 400.

Obviamente vou trocar de academia, não vou continuar dando dinheiro pra alguém que me oferece um tratamento mediocre. Infelizmente ainda faltam 2 meses pra encerrar meu plano anual, e vou fazer questão de frequentar a academia nesse período só pra espalhar a história, só pra dizer pra quem eu puder que a academia da outra avenida é bem mais equipada e ainda mais barata, só pra fazer que esse infeliz perca muito mais dinheiro que R$ 400 reais. Sim, guardo rancor, e meu prejuizo será convertido em propaganda negativa.

É como dizem. Cliente satisfeito divulga o serviço pra uma ou duas pessoas. Cliente insatisfeito divulga os maus serviços pra 20 pessoas.

Tratem bem os seus clientes, crianças.

9 comentários:

Ara Mariano disse...

Simples amass, faça um B.O contra o proprietário da academia pois ele a está obrigando a realizar o serviço em um terceiro q vc não confia! Homem estúpido, terrível! Bjus

Adriana Zancanaro disse...

Olá amiga. Boa noite! Tudo bem?

Só passando pra avisar que, hoje é o ultimo dia pra participação do sorteio da ElleDakotta no meu blog.

Caso você não estiver participando e, tiver interesse corre lá que ainda da tempo.

Aproveito e convido suas seguidoras a participarem também.

Boa sorte.
Um ótimo restinho de semana.
Beijos. =)

Siena disse...

MENINA pede de volta o dinheiro q vc pagou na academia ou o próximo ano sem mensalidade.Daí com esse dinheiro vc arruma o carro. ;D
E continue falando mal, cara, q merde de proprietário.

Penny Lane Gabi disse...

As empresas acham que é fácil atender as pessoas, que é de qualquer jeito. Querida, eu retuitei o seu post!

Bel disse...

Ara, não posso mais fazer BO sobre o acidente pq já se passaram mais de 30 dias, só se abrir um processo mesmo sem ter BO, mas enfim, não sei se vale a pena a trabalheira..

Siena, não vou pedir pagamento em insenção de mensalidade pois realmente estou enojada e não quero continuar malhando lá, acho que cuspo na cara do sujeito se ver ele novamente.

Penny, thanks pelo RT. A possibilidade de algum aluno da academia ler o post infelizmente é mínima, mas quanto mais divulgado melhor, até porque serve de (mal) exemplo pra outras empresas.

Catia disse...

desculpa se eu interpretei errado, mas pelo que vc escreveu eu entendi que o carro que bateu no seu estava na rua, fora da academia, certo? e ele bateu em vc quando vc entrava no estacionamento da academia, é isso? se for isso mesmo não entendi onde que o dono da academia é responsável pelo acidente e deveria te pagar o conserto do seu carro... a não ser que quem estivesse dirigindo o carro que bateu no seu fosse um manobrista do estacionamento da academia.

Bel disse...

Catia, o carro que bateu PERTENCE a academia e quem dirigia era um funcionário da academia.

ALly DizZzy disse...

"Cliente satisfeito divulga o serviço pra uma ou duas pessoas. Cliente insatisfeito divulga os maus serviços pra 20 pessoas"
Hah, eu tinha um chefe que sempre dizia isto!

Nossa, eu trabalho em comércio há seis anos, sei muitíssimo bem a postura que exigem que tenhamos "do lado de dentro do balcão", sobre o respeito que o cliente merece, entre outras coisas. A maneira como ele agiu foi terrível... De fato, não sei se ainda dá para abrir o BO... porém, creio que se vc tiver testemunhas, ainda consiga... No último dos casos, pega os orçamentos, fotografe os amassões no carro, pega seu contrato da academia e tenta ir ao PROCON! Se eles não puderem te ajudar, ao menos lhe indicarão o lugar certo, e o quê exatamente, fazer!

Desejo-lhe boa sorte! :)

Anamyself disse...

"Sim, guardo rancor, e meu prejuizo será convertido em propaganda negativa."
[2]

Que ridículo! Por causa de uma diferença de 300 reais esse caô todo? RIDÍCULO!
Quando comecei a ler, fiquei achando que o preju tava em torno dos mil, dois mil, pro cara ficar com tanta frescura. Mas 400 reais? Que mão-de-vaca de merda!