quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Triste história de um toupeira brasileira

A toupeira aqui levou uma multa em dezembro, porque estava jogando tétris no celular enquanto dirigia, pra passar o tempo no trânsito, sabem?

O carro da toupeira aqui está no nome do toupeira-pai, logo, fez-se necessário preencher um formulário e enviar pelos correios para o DSV, solicitando a transferência dos pontos da habilitação do toupeira-pai para a toupeira-filha.

A Toupeira filha enviou o documento por carta simples, em vez de usar carta registrada. Saúdem a toupeira por isso!

Agora que chegou a 2° notificação da multa, a toupeira percebeu que os pontos não foram transferidos. Grande toupeira!

Toupeira tentou se comunicar com a CET pelo telefone da prefeitura (156) e foi orientada a ligar no Detran-SP.

Primeira constatação: Ligar no 236-0873 e falar com o Bozo ou a Vovó Mafalda é muito mais fácil do que conseguir contato com o Detran-SP.

Quando conseguiu contato com o Detran, a toupeira foi orientada a ligar na CET, e quando conseguiu contato com a CET, toupeira foi orientada a ligar no 156 da Prefeitura, primeiro telefone para o qual a toupeira havia discado.

Resumo da ópera: Toupeira vai usar seu último dia de férias para ir pessoalmente no Detran e tentar resolver isso, já que o atendimento telefônico de todos os orgãos públicos envolvidos parecem ser atendidos por uma mesma equipe de Bananas de Pijamas ou Teletubbies.

Isso é Brasil, isso é a prefeitura de São Paulo prestando um excelente atendimento aos contribuintes.

Toupeira brasileira sofre viu!

3 comentários:

Sames disse...

Tope...ops miraBEL;

Multa é uma sacanagem, ainda mais quando estamos nos divertindo jogando Tetris. Um inofencivo jogo que nos faz apenas ficarmos mais atento ao trânsito, já que ele nos faz ter raciocinio rápido para encaixar todas as peças. Santo foi o Russo que inventou esse jogo.

Eu até hoje tomei duas multas. Uma eu não justifiquei, o radar me entregava por foto. Havia passado um pouco da velocidade permitida. Era aniversário de minha irmã e eu queria estar com ela na hora dos parabéns. Era aceitável.

A segunda sim, me indignou. Me pararam em uma br alegando filme espelhado nas portas do meu carro. Neguei e mostrei que não eram. O Policial, que queria uma gorjetinha, insistiu dizendo que tinha que tirar e tal. O olho na minha carteira.

Falei que tiraria, peguei a faca com o outro policial e com ajuda da minha namorada tiramos. Indignado eu ainda tive que receber a tal multa.

Fiquei puto da vida, mas achei melhor do que dar propina. Justifiquei a multa faz uns três meses e até hoje esta como autuação. Contei a história inteira e ainda coloquei que o policial queria "uma ajuda".

Bom veremos o que vai dar, enquanto isso to pagando seguro, ipva e essas coisas de começo de ano que são de furar os olhos.

Sobre o seu problema, vc consegue fazer tudo pela net. Pelo menos aqui em MG dá para trocar tudo, bastando vc apenas entregar no lugar para a transferencia de pontos. Que ocorre no mesmo instante.

Bjos minha amiga de blog e até mais vê. :)

Deja disse...

Bebel, você é ligeiramente atrapalhada...

Carla M disse...

Bel, não sabia que você tinha esse bloggggggg... Adoreiiiiii!!! Vou te linkar...
Já ia me esquecendo: depois posta lá no Mulheres o resultado do seu teste, fiquei curiosa...
Bjôoooo